Vídeos

Loading...

segunda-feira, 26 de março de 2012

ACADEMIA SERRA-TALHADENSE DE LETRAS

Com a instalação da ACADEMIA SERRATALHADENSE DE LETRAS em um dos prédios da antiga Estação Ferroviária, a cena cultural de Serra Talhada se revigora e mais um equipamento entra no roteiro de visitação. Em breve a ASL estará divulgando uma programação de ações culturais para o local, envolvendo várias outras linguagens artísticas. Uma sugestão: seria bacana as escolas de Serra Talhada organizarem visitas ao espaço para conhecer esses aspectos da cultura local e regional.

MAIS UM LIVRO: LAMPIÃO É O SERTÃO DO PAJEÚ

Está recebendo os retoques finais o novo livro de Anildomá Willans de Souza -  LAMPIÃO E O SERTÃO DO PAJEÚ, que versará a vida de Lampião numa determinada região geográfica – O SERTÃO DO PAJEÚ, em um determinado espaço de tempo, de 1920, quando VIRGOLINO entrou no Cangaço e tornou-se LAMPIÃO, até 1928, quando abandonou o SERTÃO DO PAJEÚ e foi implantar seu reinado cangaceiro nos estados da Bahia e Sergipe.
Este livro ‘LAMPIÃO E O SERTÃO DO PAJEÚ’ registra depoimentos de ex-cangaceiros, ex-volantes (policiais) e várias outras pessoas que foram testemunhas de alguma passagem de Lampião, mantendo viva a memória do homem nordestino, valorizando este capítulo da História do Brasil.

MEMÓRIA MUSICAL DO CANGAÇO

É fato! Está chegando o CD registro com todas as músicas cantadas pelos cangaceiros de Lampião.
As composições do cangaço transpassam a estorvo do tempo e ressoa até nós.
Todas as músicas desse CD  -  Memória Musical do Cangaço – são de  Domínio Público, fazendo parte do Ciclo do Cangaço e do folclore nordestino, porém, conforme a tradição indica, a maioria delas são de autoria de Lampião, Zabelê, Gitirana, Cajarana e outros vates das trincheiras do cangaço, cujos nomes se perderam nos carrascais empoeirados do sertão brabo, entre o facheiro, o mandacaru e a unha de gato, mas suas obras nos chegam verdejantes, entoando a identidade cultural do homem nordestino.
Aos artistas de Serra Talhada, conterrâneos de Lampião, couberam a missão de eternizá-las: Rui Grudi, Rai, Carlinho Pajeú, Kel Magalhães e Assisão.Nada mais original e autêntico!
A pesquisa histórica  de Anildomá  Willans de Souza e Cleonice Maria resultou num belo trabalho apresentado pelo produtor cultural Karl Marx.

segunda-feira, 19 de março de 2012

II FESTIVAL DE MÚSICAS DO CANGAÇO



A Comissão de Seleção / Triagem selecionou as 20 (vinte) músicas que irão participar do II FESTIVAL DE MÚSICAS DO CANGAÇO, no dia 28 de abril de 2012, na Estação do Forró, em Serra Talhada, Terra de Lampião e Capital do Xaxado, onde serão distribuídos a seguinte premiação:

A.    1º LUGAR: R$ 4.000,00 (quatro mil reais);
B.    2º LUGAR: R$ 3.000,00 (três mil reais);
C.    3º LUGAR: R$ 2.500,00 (dois mil e quinhentos reais);
D.    4º LUGAR: R$ 2.000,00 (dois mil reais);
E.    5º LUGAR: R$ 1.500,00 (um mil e quinhentos reais);
F.    MELHOR INTÉRPRETE: R$ 2.000,00 (dois mil reais).

1.    LEMBRANÇAS DO CANGAÇO
Autor: Mauricio Santos
Intérprete: Chik
Cidade: Recife/PE

2.    LEMBRANÇAS DE EU, VIRGOLINO
Autor: Luís Cláudio Ribeiro (Casquideo)
Intérprete: Tavinho Limma
Cidade: Alfenas/MG

3.    UM CANGACEIRO E UM CÃO
Autor: Artur Silva
Intérprete: Laerson Alves
Cidade: João Pessoa/PB

4.    O BRASIL, O CANGAÇO E LAMPIÃO
Autor: Rui Grude
Intérprete: Rui Grude
Cidade: Serra Talhada/PE

5.    ALAÚDE
Autor: Cley Lunna e Odália Araújo
Intérprete: Cley Lunna
Cidade: Macapá/AP

6.    O TRAJETO DO REI
Autor: Henrique Brandão
Intérprete: Aldeir Bezerra
Cidade: Serra Talhada/PE

7.    ESTRADEIRO
Autor: Hélio Crisano e Zeca Brasil
Intérprete: Lysia Condé
Cidade: Parnamirin/RN


8.    CORDEL CELESTE
Autor: Laércio Beethoven
Intérprete: Laércio Beethoven
Cidade: Salvador/BA

9.    AMOR CANGACEIRO
Autor: David Farias, Felipe Burgos e Roberta Aureliano
Intérprete: Roberta Aureliano
Cidade: Maceió/AL

10.    A ÚLTIMA NOITE DE LAMPIÃO
Autor: Jamil Santos
Intérprete: Jamil Santos
Cidade: Jaboatão dos Guararapes

11.    EM VERSOS QUEBRADOS, MULHER NO CANGAÇO
Autor: João Sereno e Maviael Melo
Intérprete: Carlinhos Pajeú
Cidade: Juazeiro/BA

12.    RIACHO DE SANGUE
Autor: Ray di Serrat e Tico de Som
Intérprete: Ray di Serrat
Cidade: Serra Talhada/PE

13.    SEMENTE DO CANGAÇO
Autor: Zé Alberto
Intérprete: Zé Alberto
Cidade: Exu/PE

14.    CONVITE A LAMPIÃO
Autor: Edmilson Providência
Intérprete: Ernesto Teixeira
Cidade: Cratéus/CE

15.    PORRADA
Autor: Igor Bruno
Intérprete: Igor Bruno
Cidade: Recife/PE

16.    SAUDADE DE PROSSEGUIR
Autor: Zebeto Correa
Intérprete: Zebeto Correa
Cidade: Belo Horizonte/BH.

17.    FLORES DO CANGAÇO
Autor: Tavinho Limma e Sandro Livarck
Intérprete: Tavinho Limma e Sandro Livarck
Cidade: Ilha Solteira/SP


18.    BRILHO DE LAMPIÃO
Autor: Plínio Fabrício
Intérprete: Charles Valença
Cidade: Custódia/PE

19.    NAS ESTRADAS DE BOM NOME
Autor: Escurinho
Intérprete: Escurinho
Cidade: João Pessoa/PB

20.    O CANGAÇO E A NOVA ORDEM SOCIAL
Autor: Gouveia Filho
Intérprete: Gouveia Filho
Cidade: São Paulo/SP

segunda-feira, 12 de março de 2012

JOSÉ PIMENTEL COMANDA LAMPIÃO

O MASSACRE DE ANGICO – A MORTE DE LAMPIÃO - José Pimentel não está parado nas suas produções teatrais. Em 2012, o ator resolveu encarar um novo desafio. Dirigir uma peça teatral chamada “O Massacre de Angicos – A Morte de Lampião”, da autoria do pesquisador do cangaço, Anildomá Willans de Souza,  no município de Serra Talhada.  A produção é da Fundação Cultural Cabras de Lampião, que teve o projeto aprovado pela Funarte / Ministério da Cultura.
A estréia está prevista para acontecer no dia 19 de julho, na Estação do Forró. Para isso, o diretor já está no município de Serra Talhada para treinar e preparar os atores que vão fazer parte dessa nova empreitada. O papel de Lampião será vivenciado por Karl Marx, a Maria Bonita terá vida pela atriz alagoana Roberta Aureliano. Além vários atores e atrizes de Serra Talhada, uma parte dos atores virá do Recife. Ao todo, entre atores/atrizes e figurantes, será um total de quarenta pessoas em cena.
O ator, que já interpretou Jesus por diversas vezes, na Paixão de Cristo, agora tem um novo objetivo nas mãos.
O desafio é contar a história do cangaceiro Virgolino Ferreira da Silva, o Lampião, que percorreu os sertões do nordeste brasileiro e morreu em Angicos (na fronteira entre Sergipe e Alagoas).

“Em Angicos, Lampião reuniu vários subgrupos como os liderados por Zé Sereno e Ângelo Roque (Labareda). O cangaceiro Corisco atravessava o rio São Francisco para encontrar com Lampião, quando ouviu alguns tiros que estavam sendo disparados durante o ataque do Capitão João Bezerra à fazenda em que se encontrava o grupo do Rei do Cangaço, composto por 58 bandidos”, diz o ator.

“Muitos cangaceiros conseguiram escapar, mas 11 foram mortos e decapitados. As cabeças cortadas serviam para mostrar que Lampião realmente havia sido eliminado, já que em outras oportunidades falsas notícias da morte do líder do cangaço foram espalhadas. Este fato chegou a ser notícia nos EUA, onde a Time Magazine publicou um pequeno texto sobre a morte de Lampião. Após a morte de Lampião, Corisco assumiu o posto de vingador”.
A proposta da Fundação Cultural Cabras de Lampião é que o espetáculo fique sendo encenado anualmente, conforme a presidenta da instituição, Cleonice Maria.


CABRAS DE LAMPIÃO: PERNAMBUCO EM DANÇA

Pernambuco em Dança – É o nome do Festival que estará levando o Grupo de Xaxado Cabras de Lampião a se apresentar no Teatro Santa Isabel, no Recife, no dia 25 de abril. O Festival Pernambuco em Dança 2012 reúne espetáculos variados de 14 de abril a 20 de maio. O Teatro de Santa Isabel receberá todas as modalidades de dança e grupos profissionais, amadores, escolas, academias, grupos de ONGs no Pernambuco em Dança nos dias 24,  25 e 26 de abril. Depois, será o Pátio de São Pedro, no dia 29. Também haverá espetáculos nos municípios de Paudalho, nos dias 5 e 6 de maio, Bezerros, em 12 e 13, e Bonito, 19 e 20. Duas comunidades recifenses estarão no festival. Serão o Ibura (UR-2), na Zona Sul, e Alto José Bonifácio, na Zona Norte. A beleza da dança chega à primeira nos dias 14 e 15 de abril e à outra em 21 e 22 de abril.

ARTES DE MARÇO - O CENTENÁRIO DE LUIZ GONZAGA

Artes de Março – O Centenário de Luiz Gonzaga - No dia 21 de março o Grupo de Xaxado Cabras de Lampião estará se apresentando na capital do Piauí, no TERESINA SHOPPING CENTER, numa  homenagem ao Centenário de Luiz Gonzaga, com a seguinte programação:

 


Semana 1 – Abertura Artes de Março (Dia Internacional da Mulher)
Dia 8 – 20h
Orquestra Tamoio
Soraya Castelo Branco
Dandinha
Iracema Teles
Nayra Lima
Carol Costa
Jô Ribeiro
Semana Luiz de Todos os Sertões (a partir das 20h)
Dia 12 – Waldonys
Dia 13 – Gustavo Baião / Cristina Braga
Dia 14 - Le Ballet Studio de Dança (Januário a Gonzaguinha) / Companhia de Dança Sidh Ribeiro (Tributo a Luiz Gonzaga) / Valor de PI
Dia 15 – Falamansa
Dia 16 – Gonzaga Lú / Escola de Ballet Helly Batista
Semana Luiz de Todas as Luas (a partir das 20h)
Dia 19 – Clã Brasil
Dia 20 – Cantata Gonzaguinha – Orquestra Sinfônica de Teresina e João Cláudio Moreno
Dia 21 – Cabras de Lampião de Serra Talhada
Dia 22 – Zaqueu do Arcodeon / Tulipa Ruiz
Dia 23 – Validuaté e There Groove