Vídeos

Loading...

terça-feira, 15 de maio de 2012

ENSAIO FOTOGRÁFICO DO MASSACRE DE ANGICO - A MORTE DE LAMPIÃO

O MASSACRE DE ANGICO – A MORTE DE LAMPIÃO - José Pimentel tem um novo desafio pela frente, juntamente com atores de Serra Talhada, Recife e Alagoas, está dando forma e trazendo à tona um dos capítulos mais complexos da História do Brasil, os últimos dias da saga de Lampião, com a peça teatral chamada “O Massacre de Angico – A Morte de Lampião”, da autoria do pesquisador do cangaço, Anildomá Willans de Souza,  no município de Serra Talhada.  A produção é da Fundação Cultural Cabras de Lampião, que teve o projeto aprovado pela Funarte / Ministério da Cultura.
A estréia está prevista para acontecer no período de 25 a 29  de julho, na Estação do Forró. O diretor já está no município de Serra Talhada em longas jornadas de ensaios com os atores e atrizes, além de figurantes e técnicos – os técnicos de luz serão os mesmos que cuidam da Paixão de Cristo do Recife, sob a coordenação do Alexandre Veloso, assim como a cenografia será cuidada pelo Tibi, responsável por Nova Jerusalém e a Paixão de Cristo do Recife. Vê-se, portanto, a dimensão do espetáculo. O papel de Lampião será vivenciado por Karl Marx, a Maria Bonita terá vida pela atriz alagoana Roberta Aureliano. O elenco que se destaca está assim composto:
Lampião..............................Karl Marx

Maria Bonita........................Roberta Aureliano

Dona Bela...........................Gorete Lima
Giboião...............................Gilberto Gomes
Padre Cícero.......................Taveira Júnior
Getúlio Vargas....................Feliciano Félix

Zé Saturnino.......................Taveira Júnior

Assistente I..........................Beto Filho
Assistente II......................... Marcos Fabrício
Assistente III........................Humberto Cellus
Pedro de Cândido...............Carlos Silva
Soldado...............................Taveira Júnior
Luiz Pedro...........................Diógenes de Lima
Zé Sereno............................Carlos Amorim
Sila....................................... Karine Gaia
Enedina................................Danúbia Feitosa
Dulce....................................Leandra Nunes
O espetáculo mostrará os últimos momentos de Lampião e Maria Bonita em Angico, Sertão de Sergipe, onde foram massacrados juntamente com  nove companheiros, no dia 28 de julho de 1938. Mas na construção do enredo são mostrados cenas do passado marcantes na história do Rei do Cangaço, como suas desavenças com o primeiro inimigo José Saturnino, seu encontro com Padre Cícero para receber a patente de capitão do Exercito Patriótico, uma das cenas será no Palácio do Catete, no Rio de Janeiro, séde presidencial da época,  onde o presidente Getúlio Vargas determina o fim do cangaço, várias outras cenas ligadas ao imaginário popular, com a cabroeira dançando xaxado, a traição de Pedro de Cândida, até culminar com a morte do casal mais famoso do cangaço, fazendo o expectador mergulhar na história, com uma arrojada trilha sonora, efeitos de luz e efeito especiais.
O MASSACRE DE ANGICO – A MORTE DE LAMPIÃO vai reafirmar o estado de Pernambuco como o palco dos maiores espetáculos teatrais do Brasil. E, nesse caso, um grande autor, um consagrado diretor, para contar essa história de TRAIÇÃO, AMOR E ÓDIO, que tem como palco, os confins do sertão, na primeira metade do século passado. Segue abaixo registros do ensaio fotográfico e gravação do VT.











sábado, 5 de maio de 2012

SEMANA NACIONAL DOS MUSEUS E PONTO DE MEMÓRIA CABRAS DE LAMPIÃO



O  MUSEU DO CANGAÇO organizou uma agenda de atividades para trabalhar com as escolas de Serra Talhada e região nas comemorações da SEMANA NACIONAL DOS MUSEUS, fazendo o lançamento do PONTO DE MEMÓRIA CABRAS DE LAMPIÃO, com o apoio do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), no período de 15 a 18 de maio/ 2012, homenageando o CENTENÁRIO DE LUÍZ GONZAGA, com a seguinte Programação:

MANHÃ:
9 hs – Apresentação de danças pernambucanas, pelos alunos do Ponto de Cultura Cabras de Lampião (Samba de Coco, Xaxado, Ciranda, Coco Praieiro e Caboclinho).
9:30 min - Visita monitorada.
10:00 min – Exibição do documentário LUIZ GONZAGA – A LUZ DOS SERTÕES.

NOITE:
19 hs – Visita monitorada.
19:30 min – Exibição do documentário LUIZ GONZAGA – A LUZ DOS SERTÕES.
20:00 min - Apresentação de danças pernambucanas, pelos alunos do Ponto de Cultura Cabras de Lampião (Samba de Coco, Xaxado, Ciranda, Coco Praieiro e Caboclinho).

As visitas deverão serem agendadas  pessoalmente, no MUSEU DO CANGAÇO,  ou pelo telefone: (87) 3831 3860 (Sandra ou Simone).