Vídeos

Loading...

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

REFLEXOS DA VIDA COM HUMOR: FULANA, SICRANA, BELTRANA, UMA COMÉDIA CHEIA DE CHARME

No ultimo fim de semana (dias 13 e 14) estreou a Comédia teatral FULANA, SICRANA, BELTRANA, produção da Equipe Teatral Serra Talhada, com texto do paulista de Santos, Paulo Sacaldassy, sendo estrelado por Gildo Alves, Dany Feitosa e Carlos Silva.
            O espetáculo que trás em sua essência o valor da amizade entre três mulheres bem distintas, proporcionou muitas risadas ao narrar fatos e atos do dia-a-dia feminino e colocar em cheque os percalços que as amizades vivem ao longo do tempo; o título da peça já desperta curiosidade, o radialista Jr. Duarte da Vila bela FM ao entrevistar os atores frisava isso.
No palco elas vão mostrando quem são, como vivem, o que fazem e, mulheres e homens na plateia vão se identificando com a persona de cada uma.
            As reflexões bem humoradas trazidas por essas três quarentonas, vão causando sensações diversas no público que além de ri muito, se questiona sobre fatos e atos ali narrados. Zell Ferraz após assistir o espetáculo, comenda: “foi excelente! Vocês estão de parabéns; a elegância de Beltrana, como anda, como fala e se porta, é invejável; são três mulheres incríveis e o texto é muito bacana”. Resume ela.
            Foram 7 meses de trabalho entre mudanças de elenco,  definição e acabamento da produção. “Os últimos 3 meses foram puxados para que a peça realmente tivesse sua estreia em 2013 e, mesmo apreensivos fizemos; receber tantos elogios positivos, nos levar a crer que cada discussão durante o processo de criação foi válido e que estamos no caminho certo, a Dany e o Gildo se revelam grandes interpretes e juntos formamos um tripé seguro na condução da história; Afirma Carlos Silva, que após dirigir e atuar numa tragédia volta a sua verve natural a comédia ligeira.
            Fazer ri, refletir e questionar a vida e o seu cotidiano, mostrar fatos e atos do mundo das mulheres, revelar segredos, perceber coincidências, reforçar laços de amizades, sofrer dores de amor, brincar ao celular, destilar inveja, chorar de carência, querer ombro amigo, buscar conselho, alivio e alento, tirar sarro, dizer a verdade nua e crua... eis as possibilidades do conflito cênico de Fulana, Sicrana, Beltrana.  





Nenhum comentário: