Vídeos

Loading...

sábado, 5 de abril de 2014

JOSÉ WILKER - UMA HISTÓRIA DE TALENTO.


JOSÉ WILKER - O ator, diretor, produtor, comentarista e escritor José Wilker é uma das figuras mais consagradas da TV e do cinema nacionais. Com um currículo de quase 50 anos que conta com personagens inesquecíveis em 29 novelas e 49 filmes, José Wilker continua na ativa. O ator, um dos principais de sua geração, empresta seu talento para o personagem Umberto Brandão em “Insensato Coração”.
Nascido em Juazeiro do Norte, no Ceará, em 20 de agosto de 1947,José Wilker Almeida foi morar em Recife aos 13 anos. Na capital de Pernambuco, trabalhou como radialista e começou sua celebrada e extensa carreira de ator.





Membro da Juventude Comunista, fazia peças de teatro no sertão pernambucano com outros jovens do partido nas quais difundiam as ideias do pedagogo Paulo Freire. Sua estreia profissional aconteceu com o espetáculo “Julgamento em Novo Sol” (1962).

Em 1963, José Wilker mudou-se para o Rio de Janeiro, onde estudou interpretação com o cineasta sueco Arne Sucksdorff. Dois anos depois ele trabalhou em seu primeiro filme fazendo uma ponta em “A Falecida” (1965), também o primeiro longa de Fernanda Montenegro.

Em 1967, se sentiu cansado do teatro e começou a estudar sociologia. Porém, abandonou o curso daPontifícia Universidade Católica e voltou a dedicar-se à dramaturgia. Iniciou então sua história de apresentações marcantes com a peça “O Arquiteto e o Imperador da Assíria” (1970), que lhe rendeu seu primeiro Prêmio Molière de Melhor Ator.

No ano seguinte, Wilker estreou na Rede Globo no programa “Caso Especial”. A partir daí foram dezenas de trabalhos na emissora, tanto como ator quanto como diretor. Só novelas foram 29.
Em 1972, Wilker pediu demissão da Globo após o diretor da novela em que trabalhava, “O Bofe”, ser substituído devido à baixa audiência. Seu personagem morreu com um ataque de riso, mas um ano depois lá estava o ator novamente fazendo “Cavalo de Aço”.

Após atuar e dirigir a novela “Transas e Caretas” (1985), o ator encarnou o personagem que mais marcou sua carreira na TV: Roque Santeiro, na novela de mesmo nome. Sátira política com crítica religiosa, o folhetim bateu recordes de audiência.
Na esteira do sucesso de “Roque Santeiro”, José Wilker foi para a Manchete, onde atuou e dirigiu duas novelas na sequência, e voltou para a Globo. Na emissora carioca, o ator também dirigiu o humorístico "Sai de Baixo" desde a sua estreia, em 1996.
Em 2002, viveu o seu primeiro personagem homossexual na televisão em “Desejos de mulher”. Quatro anos depois, Wilker deu vida ao presidente Juscelino Kubitschek na minissérie “JK”. 

No cinema, o ator conheceu o sucesso ao interpretar Vadinho em “Dona Flor e Seus Dois Maridos”(1976). O filme manteve o troféu de maior bilheteria do cinema nacional até 2010, quando perdeu o posto para “Tropa de Elite 2”.
Entre os 49 longas em que atuou, o ator participou de filmes marcantes como “Xica da Silva” (1976),“Bye Bye Brasil” (1979), “O homem da capa preta” (1986) e “Guerra de Canudos” (1997).
Amante do sétima arte, tem milhares de filmes em casa. Desde 1995, apresenta o quadro “Papos de cinema” no programa “Cineview”, do Telecine Premium, onde também comenta a cerimônia de entrega do Oscar. 

O incansável José Wilker também já trabalhou como presidente da Riofilme, da Prefeitura do Rio, e como colunista de cinema. Como se não fosse o suficiente, em 2010 se lançou como autor com “Este Não é um Livro Sobre Cinema”.

VIDA PESSOAL
Descendente de holandeses, o currículo amoroso do ator também é extenso. Wilker foi casado durante 12 anos com a psicóloga Elza Maria Barros da Rocha Pinto.
Após o divórcio, viveu oito anos com a atriz Renée de Vielmond, com quem teve uma filha, Mariana. Após o fim do relacionamento, Wilker ficou onze anos com a atriz Mônica Torres, mãe de sua segunda filha, Isabel.
Em 2000, casou-se com a atriz Guilhermina Guinle, de quem se separou em 2006. Atualmente, namora a jornalista Cláudia Montenegro.
Reservado, o ator afirma que só sai de casa para trabalhar.

CARREIRA


Novelas

1971 - Bandeira 2 (Zelito)
1972 - O Bofe (Bandeira)
1973 - Cavalo de Aço (Atílio)
1973 - Os Ossos do Barão (Martinho Ghirotto)
1974 - Corrida do Ouro (Fábio)
1975 - Gabriela (Mundinho Falcão)
1976 - Anjo Mau (Rodrigo)
1980 - Plumas e Paetês (Renato / Paulo)
1981 - Brilhante (Oswaldo / Sidney)
1982 - Final Feliz (Rodrigo)
1984 - Transas e Caretas (Tiago)
1985 - Roque Santeiro (Luis Roque Duarte, o Roque Santeiro)
1987 - Carmem (Camilo)
1987 - Corpo Santo (Ulisses Queiroz)
1989 - O Salvador da Pátria (João Matos)
1990 - Mico Preto (Frederico)
1993 - Fera Ferida (Demóstenes Maçaranduba da Costa)
1993 - Renascer (Belarmino - primeira fase)
1995 - A Próxima Vítima (Marcelo Rossi)
1996 - Anjo de Mim (Bianor)
1996 - O Fim do Mundo (Tião Socó)
1996 - Salsa e Merengue (Urbano)
1999 - Suave Veneno (Waldomiro Cerqueira)
2001 - Um Anjo Caiu do Céu (Tarso)
2002 - Desejos de Mulher (Ariel Britz)
2004 - Senhora do Destino (Giovanni Improtta)
2007 - Duas Caras (Francisco Macieira)
2008 - Três Irmãs (Augusto Pinheiro/Lázaro)
2011 - Insensato Coração (Umberto Brandão)

Programas de TV e minisséries

1971 - Caso Especial
1974 - A Cartomante
1974 - Enquanto a Cegonha Não Vem
1983 - Bandidos da Falange (minissérie - Tito Lívio)
1992 - Anos Rebeldes (minissérie - Fábio Andrade Brito)
1993 - Agosto (minissérie -Pedro Lomagno)
1996 - A Vida Como Ela É
1997 - A Justiceira 
2000 - A Muralha (minissérie - Dom Diego)
2002 - O Quinto dos Infernos (minissérie - Marquês de Marialva)
2006 - JK (minissérie - Juscelino Kubitschek)
2007 - Amazônia, de Galvez a Chico Mendes (minissérie - Luis Gálvez Rodríguez de Arias)
2009 - Cinquentinha (minissérie - Daniel Lopes de Carvalho)
2010 - Na Forma da Lei (Dr. Mourão)

Como diretor

1983 - Louco Amor
1984 - Transas e Caretas
1987 - Carmem
1987 - Corpo Santo
1996/2002 - Sai de Baixo

Cinema

1965 - A Falecida
1968 - A Vida Provisória
1970 - Estranho Triângulo
1971 - Os Inconfidentes 
1973 - Deliciosas Traições de Amor
1974 - Amor e Medo
1975 - Ana, a Libertina
1975 - O Casal
1976 - Confissões de uma Viúva Moça
1976 - Dona Flor e Seus Dois Maridos
1976 - Xica da Silva
1977 - Diamante Bruto
1978 - A Batalha dos Guararapes
1978 - O Golpe Mais Louco do Mundo
1979 - Bye Bye Brasil
1980 - Bonitinha mas Ordinária ou Otto Lara Rezende
1981 - Fiebre Amarilla
1981 - Los Crápulas
1981 - O Rei da Vela
1982 - O Bom Burguês
1985 - Fonte da Saudade
1985 - O Homem da Capa Preta
1986 - Baixo Gávea
1986 - Besame Mucho
1987 - Leila Diniz
1987 - Um Trem para as Estrelas
1989 - Dias Melhores Virão
1989 - Doida Demais
1989 - Solidão, uma Linda História de Amor
1992 - Medicine Man
1996 - Pequeno Dicionário Amoroso
1997 - For All - O Trampolim da Vitória
1997 - Guerra de Canudos 
2000 - Villa-Lobos, Uma Vida de Paixão
2002 - Dead In Water
2003 - Maria - Mãe do Filho de Deus
2003 - O Homem do Ano
2004 - Onde Anda Você?
2004 - Redentor
2004 - Viva Sapato!
2005 - O Piadista 
2005 - Olga Del Volga 
2006 - Canta Maria
2006 - Inacim - O Sonho de Padre Rolim
2006 - O Maior Amor do Mundo
2008 - Casa da Mãe Joana
2008 - Sexo com amor?
2009 - Embarque Imediato
2010 - O Bem Amado
2010 - Elvis & Madonna

Teatro

1962 - Julgamento em Novo Sol 
1962 - A Volta do Camaleão Alface 
1963 - Estórias do Mato. A Afilhada de Nossa Senhora da Conceição 
1965 - Chão dos Penitentes 
1966 - O Sr. Puntila e Seu Criado Matti 
1967 - O Rei da Vela 
1967 - A Ópera dos Três Vinténs 
1968 - Trágico Acidente que Destronou Tereza 
1969 - Antígona 
1969 - O Assalto 
1970 - O Arquiteto e o Imperador da Assíria 
1971 - O Rei da Vela 
1971 - Hoje É Dia de Rock 
1971 - A Mãe 
1972 - A China É Azul 
1974 - O Anti-Nelson Rodrigues 
1974 - Ensaio Selvagem 
1976 - Os Filhos de Kennedy 
1985 - Assim É...(Se Lhe Parece) 
1988 - Filumena Marturano 
1995 - A Maracutaia 
2002 - Capitanias Hereditárias 
2008 - A Cabra ou Quem é Sylvia? 


Nenhum comentário: