Vídeos

Loading...

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

CINE CLUB LAMPIÃO INICIA SUAS ATIVIDADES EM SERRA TALHADA

A Fundação Cultural Cabras de Lampião inicia no dia 06 de março o projeto Cineclube Lampião, uma iniciativa que tem como objetivo exibir filmes nacionais para jovens de Serra Talhada e da região do sertão do Pajeú, em Pernambuco. Além da exibição dos filmes, após cada sessão serão realizados debates para desenvolver temas relacionados à cidadania, a cultura e a história. O projeto visa dá acesso e estimular o público local para frequentar o cinema. As exibições serão gratuitas, sem cobrança de ingressos.

A primeira sessão do Cineclube será no dia 06 de março, às 14 horas, com o filme Lampião e Maria Bonita. As ações Cineclubistas serão realizadas na Sala Multimídia do Museu do Cangaço. A proposta do Cineclube Lampião é exibir filmes de curta, média e longa metragem, nos gêneros documentário, ficção e animação.

O Cineclube Lampião é mais do que um projeto de Cine clubismo, ele é mais um instrumento de resgate, preservação e promoção da memória do povo sertanejo, que vem para fortalecer sua identidade cultural e enraizar ainda mais sua história de luta e resistência”, afirma Cleonice Maria, presidente da Fundação Cultural Cabras de Lampião.

Além da programação de filmes, o Cine Club Lampião pretende incorporar ações ligadas a música, a literatura, ao teatro, a dança, a cultura popular, as discussões de gênero, de igualdade racial, de povos tradicionais, entre outros temas e abordagens, buscando a transversalidade da ação cineclubista.

O projeto conta com o incentivo do Governo do Estado de Pernambuco, através da Secretaria de Cultura, da FUNDARPE e do FUNCULTURA. Confira em anexo a programação para o mês de março do Cine Club Lampião.

PROGRAMAÇÃO DE MARÇO


Dia 06 de março (sexta-feira) – 14h

Filme: LAMPIÃO E MARIA BONITA
Ano: 1982
Sinopse: Lampião e Maria Bonita se baseia nos últimos seis meses de vida de Virgolino Ferreira da Silva (Nelson Xavier), o Lampião, cangaceiro pernambucano que se transformou em personagem mítico, símbolo do Cangaço brasileiro, entre os anos 1920 e 1930.
Dirigido Por: Paulo Afonso Grisolli e Luís Antônio Piá
Elenco: Nelson Xavier, Tânia Alves, Arnaud Rodrigues, Jofre Soares, José Dumont, Roberto Bomfim, Regina Dourado.
Gênero: Drama
Nacionalidade: Brasil


Dia 13 de março (sexta-feira) – 14h

Filme: O AUTO DA COMPADECIDA
Ano: 1999
Sinopse: Baseado na peça teatral homônima de Ariano Suassuna, O Auto da Compadecida é uma comédia que mistura regionalismos e religiosidade para contar as aventuras de João Grilo (Matheus Nachtergaele), um sertanejo desnutrido e malandro que faz da esperteza seu modo de ganhar a vida, e seu companheiro de estrada Chicó (Selton Mello), um mentiroso compulsivo e covarde, metido a valente e conquistador.
Dirigido Por: Guel Arraes
Elenco: Matheus Nachtergaele, Selton Mello, Denise Fraga, Diogo Vilela, Fernanda Montenegro, Lima Duarte, Marco Nanini, Paulo Goulart, Rogério Cardoso, Virginia Cavendish.
Gênero: Comédia
Nacionalidade: Brasil

Dia 20 de março (sexta-feira) – 14h

Filme: BAILE PERFUMADO
Ano: 1997
Sinopse: Baile Perfumado conta a saga real do libanês Benjamin Abrahão (Duda Mamberti), mascate responsável pelas únicas imagens de Virgolino Ferreira (Luiz Carlos Vasconcelos), o Lampião, quando vivia no sertão brasileiro. Amigo íntimo de Padre Cícero (Jofre Soares), Benjamim mascateava pelo sertão e exercitou seu espírito mercantilista convivendo intimamente com o bando de Lampião.
Dirigido Por: Lírio Ferreira e Paulo Caldas.
Elenco: Duda Mamberti, Luiz Carlos Vasconcelos, Aramis Trindade, Chico Díaz, Jofre Soares, Cláudio Mamberti, Germano Haiut, Zuleica Ferreira.
Gênero: Drama
Nacionalidade: Brasil

Dia 27 de março (sexta-feira) – 14h

Filme: O CANGACEIRO TRAPALHÃO
Ano: 1983
Sinopse: Severino do Quixadá (Renato Aragão), pastor de cabras, salva Capitão (Nelson Xavier) e seu bando de cangaceiros de uma emboscada do tenente Bezerra (José Dumont). Na confusão, os amigos Mussum e Zacarias fogem da cadeia e todos se encontram no esconderijo dos cangaceiros, onde Gavião (Dedé Santana) é homem de confiança do chefe. Observando sua semelhança com Severino, Capitão lhe dá uma missão, que acaba revelando-se uma emboscada. Com a ajuda de Aninha, sobrinha do prefeito, conseguem fugir e, no caminho, encontram uma misteriosa bruxa-fada.
Dirigido Por: Daniel Filho.
Elenco: Renato Aragão, Dedé Santana, Mussum, Zacarias, Regina Duarte, Nelson Xavier, Tânia Alves, José Dumont, Bruna Lombardi, Daniele Rodrigues, Tarcísio Meira, Danton Jardim, Cininha de Paula, Gabriela Duarte.
Gênero: Comédia
Nacionalidade: Brasil
CINE CLUB LAMPIÃO
Fundação Cultural Cabras de Lampião
Tel.: (87) 3831 3860

SECRETARIA DE CULTURA ADQUIRA LIVROS DE ESCRITORES SERRA-TALHADENSES


INCENTIVO AOS ESCRITORES - Todas as linguagens artísticas deram um salto de qualidade, ampliou os debates sobre arte, e a cultura passou a ser ponto de pauta no dia a dia de Serra Talhada. Isto é fato. Enquanto a cidade prepara-se para a I ª FLIST (Feira Literária de Serra Talhada), a prefeitura, através da Secretaria de Cultura e Turismo, exercita a Lei do Livro - Lei nº. 1.141 de 20 de dezembro de 2005 - que orienta o município adquirir 100 livros de autores serra-talhadenses para distribuir entre as escolas da rede municipal de ensino. As obras adquiridas foram as infanto juvenis “O GATO MARACAJÁ E A ONÇA PINTADA”, de autoria do JOSÉ AMAURÍLIO DE SOUSA, e “O GALO QUE FALAVA”, de autoria do ANTONIO NUNES PEREIRA. Segundo o Secretário de Cultura e Turismo, Anildomá Willans de Souza, “Esta ação não é para fazer favor a nenhum escritor, mas valorizar os escritores da cidade, que produzem ideias e pensamentos, que oxigena o conhecimento”, e continua “vamos distribuir os livros para as escolas, pra Biblioteca Pública Municipal e convidar cada autor a apresentarem seus trabalhos nos estabelecimentos de ensinos, permitindo aos alunos uma aproximação com os escritores”, finaliza.


Os escritores com obras publicadas estão sendo catalogados, outros têm recebido apoio direto pra publicação, “pois o papel do município é criar as condições para que Serra Talhada tenha um novo despertar para a leitura”, reforça o prefeito Luciano Duque.


segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

LIVRO QUE CONTA A HISTÓRIA DO TIME COMERCIAL DE SERRA TALHADA SERÁ LANÇADO EM MARÇO


Garrincha em Serra Talhada na década de 1970.
Será lançado no próximo mês de março o livro COMERCIAL: UM CLUBE IMORTAL. HISTÓRIAS E RELATOS DO PRIMEIRO TIME DO SERTÃO NA ELITE DO FUTEBOL PERNAMBUCANO.Escrito Professor e Pesquisador Paulo César Gomes. O livro conta a história do alvirrubro sertanejo, que foi um primeiro clube profissional do Sertão de Pernambuco a disputar a primeira divisão do futebol do estado nos anos de 1980, 1981 e 1982.

O livro reunirá mais de 80 fotos e reportagens do Jornal do Commércio, Diário de Pernambuco e Revista Placar, depoimento de ex-jogadores e familiares de dirigentes já falecidos, além de registros inéditos da passagem de Mané Garricha e Fio Maravilha por Serra Talhada e outras fatos curiosos do esporte na cidade e na região.
O trabalho literário conta o patrocínio da Autarquia Educacional de Serra Talhada – AEST/ FAFOPST. Segundo a presidenta Eliane Cordeiro, a parceria significa um estimulo ao resgate da história da idade e estimulo a formação de novos historiadores.

O livro será prefaciado pelo renomado e consagrado jornalista, Lenivaldo Aragão, que possui no seu curriculum passagens pela revista Placar e importantes jornais e rádios da capital pernambucana. 


Link com o hino do Comercial na voz de Arnaud Rodrigues:
https://www.youtube.com/watch?v=kiU5lSqIx7k&feature=youtu.be

Fonte: Blogprofessorpaulocesar

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

QUINTAL DO MESEU DO CANGAÇO ABRE SUAS PORTAS PARA TEMPORADA 2015

No Quintal do Museu é um projeto da Fundação Cultural Cabras de Lampião que promove encontros e vivências dentro do espaço museológico, proporcionando atividades artísticas e formação cultural/histórica, primando por temáticas voltadas para as manifestações autênticas e originais do homem sertanejo, com saraus de violeiros repentistas, mestres da cultura popular, participação de grupos de danças folclóricas, bandas de pífanos, recitais com poetas e cantadores, peças teatrais, onde são realizados debates com os presentes, para se descobrir suas origens, suas influencias e seu legado.
Neste dia 27 de fevereiro (sexta-feira) que passa a ser o dia ‘D’ para eventos no Quintal do Museu, mais precisamente toda ultima sexta-feira de cada mês haverá um evento de cunho cultural/artístico, neste espaço que já se consolidou em trazer grandes atrações para um ambiente super agradável e aconchegante; “abriremos a temporada 2015 com a “SEXTA DA VIOLA” com os poetas Sebastião e Zé Carlos do Pajeú, que farão uma noite dedicada a cantoria, causos e boa musica”. Afirma Cleonice Maria, super entusiasmada com a retomada dos trabalhos nestes 20 anos dos Cabras de Lampião – O bando da Cultura do Nordeste.

O evento terá inicio às 20 horas; tem entrada gratuita e nenhuma classificação indicativa, ou seja: é livre para todas as idades, classes e cultos, anunciamos ainda que o Museu do Cangaço estará aberto nesta noite para visitação, contando a história do cangaço e Lampião.

* SERVIÇO: 
Sexta da Viola
dia 27/02/2015 às 20h
Quintal do Museu do Cangaço (estação)
Entrada Franca
   

LIVRO CONTA VIDA E OBRA DE MÁRIO DE ANDRADE


Eduardo Jardim, pesquisador da Fundação Biblioteca Nacional: livro sobre a trajetória de Mário de Andrade será lançado no dia 25. (Foto: Divulgação)
 
Há 70 anos, morreu um dos maiores criadores e pensadores da cultura brasileira. É inegável o legado deixado por Mário de Andrade (1893 - 1945) – romancista, poeta, músico, pesquisador da cultura popular e organizador da Semana da Arte Moderna. Eduardo Jardim, bolsista-pesquisador da Fundação Biblioteca Nacional (FBN), se debruçou sobre a trajetória do modernista para escrever "Mário de Andrade: eu sou trezentos - vida e obra". O livro será lançado em 25 de fevereiro, aniversário da morte do escritor.
 
A iniciativa vai ao encontro de outras comemorações em torno do autor, cuja obra entra em domínio público em 2016, e da Semana da Arte Moderna, que completará 100 anos em 2022. Para celebrar o centenário, o ministro da Cultura, Juca Ferreira, pretende criar uma comissão nacional. O objetivo é ser um movimento nacional de resgate e reflexão sobre a construção de identidade.
 
Eduardo Jardim, que fez mestrado sobre modernismo e doutorado sobre Mário de Andrade, vê de forma positiva a iniciativa do ministro. "O modernismo continua sendo nossa principal referência para debate sobre cultura", avalia. "Mas é preciso não apenas relembrar sua importância, mas vê-la de forma crítica. Vivemos um momento diferente daquele da década de 1920."

Modernismo

A Semana de Arte Moderna é um dos temas tratados no livro. Nele, Jardim aborda a vida e obra de Mário de Andrade desde os tempos de infância, marcada pelo ensino religioso, até sua morte, em 1945. "A ideia é fazer não propriamente uma biografia no sentido usual, mas buscar articulação entre obra e vida do Mario de Andrade", explica o autor. "Ele era um homem de ação e de grandes projetos. Foi diretor do Departamento de Cultura de São Paulo. Era um personagem que incorporava um ideal de transformação da vida brasileira a partir da reforma da cultura."
 
Para Jardim, Mário de Andrade é referência central para discutir qualquer problema de cultura brasileira, na arte, literatura, política cultural e até funcionamento de agências de apoio a cultura. Um dos fatos que chama a atenção do autor sobre Mário de Andrade são últimos anos de sua vida, quando o escritor sente-se frustrado e em depressão.
 
Em 1935, Mário foi chamado para assumir o Departamento de Cultura de São Paulo. Seu  projeto era centrado na ideia de expansão cultural. "Ele queria promover a difusão da cultura erudita para as mais diversas camadas sociais, criou bibliotecas ambulantes e exposições no viaduto do chá", disse Jardim. "Ele também queria incorporar a produção cultural dos grupos que não são considerados cultos e trazer essa produção para o contexto da cultura porque não tinham estatuto de cultura."

Triste fim

Com a chegada de Getúlio Vargas ao poder e a implementação do Estado Novo (1937-1945), a iniciativa não foi concretizada. O sonho interrompido levou o modernista a um período de frustração. Nesta fase da vida de Andrade, o livro mostra outro lado do modernista. "Há uma diferença grande no que se conta sobre Mario de Andrade, sobre essa imagem de um autor triunfante e a realidade da vida dele, que é de alguém que viveu um projeto de inclusão interrompido e que foi cortado por perspectiva autoritária, isso é impressionante", comenta Jardim.
 
Mario voltou ao Rio de Janeiro (RJ) para ser professor na Universidade do Distrito Federal (UDF), mas também encontrou lá uma fonte de decepção. "Ele queria ser um reformador da Cultura. Quando sai de São Paulo, vai ao Rio para ser professor, mas o ministro Gustavo Capadema acaba com a universidade e ele fica em uma posição subalterna", lembra o autor. "Os depoimentos dele dessa época são de um cara arrasado. Ele adoece e morre aos 51 anos, sem ter visto o fim da Primeira Guerra Mundial e a queda do Estado Novo. Mario de Andrade é retratado como vitorioso, mas você vê que não foi o tempo todo.
 
Para escrever a obra, Jardim realizou diversas pesquisas, sobretudo na Biblioteca Nacional (BN). Coleção de livros, catálogos, periódicos e revistas modernistas serviram como embasamento para o livro. "A BN é uma das maiores do mundo. Conta com todo o acervo da obra dele, e tem uma coisa preciosa, que é a coleção de periódicos dessa época ", comenta. "Há periódicos dos próprios modernistas e uma grande quantidade de jornais e revistas da época que tratam do assunto", completa.
 
Uma das preocupações que o pesquisador teve foi escrever a obra de forma acessível e direcionada para o grande público. Jardim lança o livro, com cerca de 250 páginas, em 25 de fevereiro, no Rio de Janeiro.
 
Fonte: Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura

sábado, 14 de fevereiro de 2015

PROJETO 'ESCOLA DAS ÁGUAS' ABRE INSCRIÇÕES NO SERTÃO DE PERNAMBUCO

Estão abertas até o dia 20 de fevereiro, as inscrições para novas turmas do 'Projeto Escola das Águas'. Podem participar jovens entre 18 e 29 anos de nove comunidades rurais das cidades pernambucanas sertanejas: Araripina, Exu, Granito, Ouricuri, Parnamirim, Santa Filomena, Flores, Santa Cruz da Baixa Verde e Serra Talhada. São 30 vagas para cada município.
Segundo a Técnica de Campo do Escola das Águas, Keilla Noronha, o projeto funciona como um sistema de formação de jovens e que objetiva habilitá-los para a construção de tecnologias na que atuam na captação e manejo da água. “Formamos profissionais e inserimos eles no mercado de trabalho. Os jovens não precisam sair da Zona Rural para Zona Urbana. Com o projeto, eles podem conciliar a atividade produtiva a esses projetos”, explica.
Para se inscrever é necessário além de residir na comunidade, ter concluído o Ensino Fundamental II e ser reconhecido como liderança na comunidade. Os documentos necessários são foto 3X4, cópia do histórico escolar com a conclusão do Ensino Fundamental, cópia do RG, CPF e comprovante de residência. Além da ficha de inscrição preenchida.
Os interessados devem entrar em contato por telefone antes da inscrição com as organizações responsáveis, ou comparecer nas sedes das ONGs que promovem a capacitação. Em Araripina, Exu e Santa Filomena é preciso procurar o Centro de Habilitação e Apoio ao Pequeno Agricultor do Araripe (Chapada) nos contatos (87) 3873 – 1102. Já em Ouricuri, Granito e Parnamirim, os jovens devem recorrer ao Centro de Assessoria e Apoio aos Trabalhadores e Instituições Não Governamentais Alternativas (Caatinga) através do telefone (87) 3874-1258. Enquanto que em Flores, Santa Cruz da Baixa Verde e Serra Talhada, é preciso ligar para o Centro de Educação Comunitária Rural (Cecor) pelo contato (87) 3831 – 2385.
fonte: jornaldosertão

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

CINE CLUBE LAMPIÃO VAI TRAZER NOVIDADES PARA SERRA TALHADA


lampião
A Fundação Cultural Cabras de Lampião inicia no próximo dia 06 de março o projeto Cine Clube Lampião, uma iniciativa que tem como objetivo exibir filmes nacionais para jovens de Serra Talhada e da região do sertão do Pajeú. Além da exibição dos filmes, após cada sessão serão realizados debates para desenvolver temas relacionados à cidadania, a cultura e a história. O projeto visa dá acesso e estimular o público local para frequentar o cinema. As exibições serão gratuitas, sem cobrança de ingressos.

A primeira sessão do Cine Clube será no dia 06 de março, às 14 horas, com o filme Lampião e Maria Bonita. As ações Cineclubistas serão realizadas na Sala Multimídia do Museu do Cangaço. A proposta do Cine Clube Lampião é exibir filmes de curta, média e longa metragem, nos gêneros documentário, ficção e animação.
“O Cine Clube Lampião é mais do que um projeto de Cine clubismo, ele é mais um instrumento de resgate, preservação e promoção da memória do povo sertanejo, que vem para fortalecer sua identidade cultural e enraizar ainda mais sua história de luta e resistência”, afirma Cleonice Maria, presidente da Fundação Cultural Cabras de Lampião.
Além da programação de filmes, o Cine Club Lampião pretende incorporar ações ligadas a música, a literatura, ao teatro, a dança, a cultura popular, as discussões de gênero, de igualdade racial, de povos tradicionais, entre outros temas e abordagens, buscando a transversalidade da ação cineclubista.
O projeto conta com o incentivo do Governo do Estado de Pernambuco, através da Secretaria de Cultura, da Fundarpe e do Funcultura.
Fonte Farol de Noticias

SERRA TALHADA TERÁ TEATRO MUNICIPAL CONSTRUÍDO EM BREVE

 A Capital do Xaxado ganhará mais um equipamento voltado para a cultura, trata-se do Teatro Municipal que será construído no antigo matadouro público. A conquista foi viabilizada através de um pleito da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo, com apoio do Vereador Manoel Enfermeiro, que conseguiu junto ao ex-deputado Fernando Ferro uma emenda de 250 mil reais para efetivação da obra.
De acordo com o Secretario Anildoma Willans, o recurso já está contratado junto à caixa econômica, faltando apenas a finalização do projeto técnico para que sejam iniciadas as obras.
O espaço de fomento artístico e cultural potencializará as ações da Prefeitura Municipal, tanto na formação teatral, quanto no fortalecimento dos projetos existentes e já executados pela secretaria de Cultura e Turismo, como é o caso dos Cursos de Formação Continuada do Movimento Cultura Viva.
Ainda de acordo com o secretário, “o novo equipamento dará mais vida a cultura de Serra Talhada, fortalecendo o que já é tão grandioso, que é a nossa arte e os nossos artistas”.
O Prefeito Luciano Duque enfatizou a necessidade de se manter os investimentos na área, construindo cada vez mais equipamentos e espaços públicos que ofereçam a população mais qualidade de vida. “Cada novo equipamento que conquistamos  representa mais um passo dado na construção de uma cidade cada vez melhor, onde as pessoas possam viver mais felizes, tendo acesso ao lazer e a arte. Só podemos agradecer aos parceiros que têm contribuído para o desenvolvimento de Serra Talhada; a cidade do coração da gente”. Ratificou o prefeito.
Já para a classe artística o equipamento vem suprir uma necessidade a muito tempo existente par aos produtores de artes cênicas que sempre apresentaram seus espetáculos em espaços alternativos carecendo de muito improviso para que tudo acontecesse a contento; O Teatro Municipal vem para fortalecer o nosso fazer teatral e escoar nossos produções em um ambiente adequado e também termos onde receber espetáculos e assim gerar um intercambio entre grupos e Cia's . diz Carlos Silva ator e Diretor teatral contente essa noticia.    

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

EM MAIO AFOGADOS DA INGAZEIRA SEDIA PRIMEIRA MOSTRA PAJEÚ DE CINEMA

De 14 a 16 de maio 2015 acontecerá à primeira Mostra Pajeú de Cinema Pernambucano no Cine São José em Afogados da Ingazeira. O evento é dedicado exclusivamente à produção audiovisual do estado. Em breve será divulgada a programação oficial.
O evento tem por objetivo apresentar o cinema produzido em Pernambuco ao povo do Sertão do Pajeú, para que estes conheçam obras artisticamente ricas e arrojadas que dificilmente chegariam ao grande público de outra maneira, o intuito é que durante os dias da mostra a cidade e a própria região respirem a sétima arte e se integrem a esse universo tão amplo e de grande relevância para a cultura local.
Se você é realizador de filmes, seja curta, longa ou aniamão saiba que estão abertas até o dia 18 de fevereiro, as inscrições para a primeira edição da Mostra Pajeú de Cinema Pernambucano acesse o site (www.mostrapajeudecinemape.com.br), leia o Regulamento e inscreva-se. Para saber mais acesse a fanpage www.facebook.com/mostrapajeudecinema
O evento tem incentivo do FUNCULTURA, FUNDARPE, Secretaria de Cultura e Governo do Estado de Pernambuco.

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

ESCOLA DE ARTES DA CAPITAL DO XAXADO ABRE INSCRIÇÕES PARA SEUS DIVERSOS CURSOS

  
A Secretaria de Cultura e Turismo de Serra Talhada (SECULT-ST) informa que estão abertas matrículas para os cursos da Escola de Artes Antônia Pereira de Sousa, mais conhecida como Escola de Arte do Mercado Público.

A Escola existe há mais de 50 anos e funciona no 1º andar do Mercado Público na Rua Enock Ignácio de Oliveira no Centro comercial da Capital do Xaxado. Desde o início do Governo Luciano Duque a Escola passou a ser gerida pela SECULT, e conforme declara o secretário Anildomá Willans, “é um equipamento de formação artística principalmente da área de corte, costura e pintura em tecidos do Governo Municipal, e tem ganhado um novo olhar na atual administração, confeccionando inclusive figurinos para os grupos de danças do Movimento Cultura Viva, entre outros.” Afirma.
 
As matrículas estão abertas e os interessados podem procurar a própria escola no horário das 8 às 12 horas de segunda a sexta-feira.
Estão sendo oferecidos cursos pela manhã e tarde, confira:
Cursos no período da manhã (das 8 às 11:30 h )
Pinturas em tecido, boneca de feltro, corte e costura, vagonite cheio, caixas, xadrez, fuxicos, ponto reto, crochê, tapeçaria e ponto cruz.
Cursos no período da tarde ( das13 às 16:30 h )
Corte e costura, labirinto, patchapliqué, pinturas em tecido, flor de fita, vagonite e fuxico.
“Desenvolvemos atividades de formação pautado na formação e no aproveitamento de matérias, aqui tudo se transforma em arte, peças de tecidos e retalhos, garrafas pets e linhas de crochê, tudo vai tomando forma, além de trabalharmos a auto-estima das alunas e alunos que chegam em busca de aprendizado e distração. Relata Joscimara Machado atual gestora da Escola que a cada ano forma mais de 300 pessoas de todas as idades que chegam em busca de formação artística seja por hobby ou para se ter uma renda extra. Contato pelo numero: 87.9622.3162   

A UNINOBRE CINEVÍDEO DESPONTA NA PRODUÇÃO DE ÁUDIO VISUAL NA CAPITAL DO XAXADO

Uninobre está no mercado desde 2009 e oferece os melhores serviços em vídeos de alta definição, equipamentos e sugestões que acredita ser os mais apropriados as necessidades dos tempos atuais. “Com nossa reputação e honestidade você descobrirá que a experiência da Uninobre será verdadeiramente agradável e compensadora com nossos serviços de alto padrão”, diz Costa Jr. que se agrupou a uma turma de abnegados artistas de Serra Talhada e estão atuando na gravação de filmes de curta duração nessa era digital, com o propósito de difundir a sétima arte na Capital do Xaxado. “Já trabalho com reportagens pra TV, com gravação de eventos e DVDs, mas sempre quis fazer filmes e ora estamos finalizando o segundo trabalho, relata ele.
No primeiro semestre do ano 2014 a Uninobre Cine-vídeo gravou o curta UM HOMEM SEM SORTE, com roteiro do paulista de Santos Paulo Sacaldassy que teve o lançamento em julho e ora estar em fase de edição e montagem mais um filme de curta metragem A DONA DO PECADO DOS OUTROS.    
“Isso significa que estamos constantemente procurando por novos meios de oferecer a você o melhor, em serviços, produtos, sugestões valiosas e atenção pessoal em áudio visual e mídias digitais”.
Para o ator e colaborador Frank Ferraz esse tido de iniciativa vem somar na construção das políticas culturais e gerar desenvolvimento experiências na área para quem desenvolve trabalhos na linha de interpretação e escrita, “buscar desenvolver trabalhos em vídeo é algo que despertar uma inquietude a muito acalentada em nós enquanto artistas cênicos; é um ‘que’ de descoberta e aprendizado, uma coisa é o teatro ao vivo e a outra é você contracenar para câmera e ter que passar sentimento, emoção, vida e a Uninobre na pessoa do seu diretor Costa Jr. tem nos proporcionado isso”; afirma ele. Já Dorotéa Nogueira diz viver um tempo de sonhos em sua vida, primeiro o teatro e agora o cinema em 2013 fez o Curta Bicho de 7 Letras com direção de Marcos Carvalho dentro do projeto de formação e incentivo ao áudio visual Cinema no Interior e acaba de gravar A Dona do Pecado dos Outros; “está no meio desses grandes artistas é maravilhoso, eu me sinto tão bem... passei por sérios problemas de doenças, me curei e hoje estou aqui fazendo filme, a vida é incrível, basta sonhar e buscar a realização dos seus sonhos”, relata.
“Costa Jr. é incrível no seu trabalho de buscar a melhor fotografia e o enquadramento de cena, não mede esforços a cena ficar com um ângulo ideal para o que mostrar e dizer, é bacana está trabalhando com essa trupe e se descobrir, pra é uma janela para um novo campo de trabalho, expressa Danielle Viana que foi uma das roteiristas do já filme Bicho de 7 Letras e que ora tem atuado como assistente de direção e atriz.

A produtora surge como alternativa para criar, e escoar obras cinematográficas sem a pretensão comercial (que se acontecer será bem vinda), apenas pela paixão em fazer acontecer a sétima arte na Capital do Xaxado e dizer através de seus filmes que é possível com poucos (ou sem) recursos se fazer belos trabalhos, usando apenas a vontade em acertar e mostrando que arte alternativa ainda é o melhor caminho para se começar uma empreitada. Um viva a Costa Jr. e sua equipe que apostam no fazer e criam oportunidades em vez de ficar esperando acontecer... além dos citados compõem essa equipe esse que vos escreve, Dany Feitosa, Gildo Alves, Franklin Gomes, Ruan Ventura, Lays, Adriana da Silva, entre outros convidados.




SERRA TALHADA NA LUTA CONTRA A VIOLAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS


imageA Prefeitura Municipal de Serra Talhada, através da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cras, vai realizar, no período carnavalesco, uma série de atividades educativas em diversas escolas municipais. Essa ação tem objetivo de debater sobre o Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, bem como o Trabalho Infantil durante o período de carnaval.
A ideia é promover ações de mobilização voltadas para o enfrentamento de violação dos direitos humanos, no tocante Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, Trabalho Infantil, Uso Abusivo de Álcool e outras Drogas e Violência contra a mulher.
O enfrentamento das violações é uma das linhas de atuação mais forte do município. “Estamos trabalhando incansavelmente para o cuidado com nossas crianças, mas sabemos que esse cuidado vai além. Precisamos também, cuidar das mães dessas crianças, precisamos ter um olhar mais amplo e para isso a sociedade também deve contribuir. Cuidando e denunciando, se for o caso. Essa luta é de todos nós”, conclui João Dionísio, advogado do Cras.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

CARNAIBA SEDIA ENCONTRO COM SECRETÁRIOS DE CULTURA DE CIDADES DO PAJEÚ

 A Secretaria Municipal de Cultura da cidade de Carnaíba promoveu na manhã desta segunda-feira (02/02), um grande encontro envolvendo todos os representantes da pasta de cultura dos municípios do alto sertão do Pajeú.
O evento foi realizado no teatro municipal José Fernandes de Andrade e ainda contou com a presença do prefeito Zé Mário Cassiano, que ao lado da secretária anfitriã, Margarida Pereira, recepcionou os secretários.
“Estamos muitos felizes em receber vocês aqui em Carnaíba, na terra do saudoso Zé Dantas. Torço que daqui saia uma pauta recheada de ideias para fortalecer ainda mais a nossa cultura, que é tão rica”, disse o gestor, passando a palavra para Margarida que anunciou a atração do evento, a Orquestra Sanfônica Zé Dantas.
 Após a apresentação da orquestra, foi aberta uma grande discussão sobre os problemas, necessidades, potencialidades, calendários culturais da região, dentre outras demandas, formando assim uma pauta com propostas que será entregue aos secretários estaduais de cultura, Marcelinho Granja e articulações com os municípios, Anchieta Patriota, ex-prefeito de Carnaíba.
“Será uma forma de apresentar os municípios ao governo do estado para se obter respostas para os pleitos”, explicou a anfitriã Margarida Pereira.
Anildomá Willians de Serra Talhada, Alessandro Palmeira de Afogados da Ingazeira e Edgley Freitas de Tabira saíram em defesa da tese.


 (Fotos: Aryel Aquino)
Fonte Blog do CaueRodrigues

DEFINIDA A PROGRAMAÇÃO DA EDIÇÃO 2015 DO GARANHUNS JAZZ FESTIVAL

Ivan Lins (Foto: Divulgação/Portal Ivan Lins)

Ivan Lins se apresenta no dia 17 de fevereiro
(Foto: Divulgação/Portal Ivan Lins)
As atrações que irão movimentar a edição deste ano do Garanhuns Jazz Festival foram divulgadas nesta terça-feira (3). Um dos destaques do evento realizado no Agreste pernambucano é o show itinerante da Street Jazz - grupo formado na primeira edição que irá se apresentar em meio ao público em 17 de fevereiro. O cantor e compositor Ivan Lins, o maestro Wagner Tiso e o instrumentista argentino Victor Biglione estão entre os nomes confirmados pela organização. Haverá ainda oficinas de guitarra, gaita e bateria - informações pelo (87) 3761-1910.

Fonte: G1 - Caruaru e região

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

ABERTAS INSCRIÇÕES PARA PROJETOS FUNCULTURA INDEPENDENTE 2014/2015

O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundarpe,  lançou o edital Funcultura Independente 2014/2015, que irá disponibilizar incentivo total de R$ 22 milhões para projetos culturais de artistas e produtores de todo o Estado. Uma novidade é a inserção da área “Design e Moda” no edital, após a recente aprovação na Assembleia Legislativa e a sanção pelo governador João Lyra Neto da Lei 2419/2014. A lei é mais um avanço na política cultural do estado, resultado do diálogo entre a sociedade civil e os poderes executivo e legislativo.
O secretário de Cultura Marcelo Canuto ressaltou que o novo edital do Funcultura, além do edital do 3º Prêmio Pernambuco de Literatura, também aberto para inscrições, fecha um ciclo de ações de 2014 que fortalecem a nossa política cultural. “Chegamos ao final de 2014 comemorando o encerramento de um período vitorioso para os nossos artistas, brincantes e todo o conjunto de realizadores culturais. Foi um ano marcado por conquistas que consolidam a política cultural em curso desde 2007, e apontam para o fortalecimento de diversas cadeias produtivas da cultura do Estado”, disse Canuto.
Na ocasião do lançamento do edital do Funcultura, a Secretaria de Cultura e a Fundarpe também divulgou o balanço dos últimos oito anos de Governo e destacaram as marcas da atual gestão. Entre essas, a adesão de Pernambuco ao Sistema Nacional de Cultura; a criação do Conselho Estadual de Política Cultural e o Conselho Estadual de Preservação Cultural; a lei que assegura montante mínimo anual de R$ 33,5 milhões para o Funcultura, sendo R$ 11,5 milhões para o setor audiovisual; a Lei do Audiovisual, que disciplina a promoção, o fomento e o incentivo ao audiovisual no estado; e as inaugurações da Incubadora Pernambuco Criativo e da Estação Central Capiba/Museu do Trem.
FUNCULTURA – O edital Funcultura Independente incentiva a produção, difusão, pesquisa e formação nas seguintes linguagens artísticas e áreas culturais: Artesanato; Artes plásticas e gráficas; Circo; Cultura popular; Dança; Design e Moda; Fotografia; Gastronomia; Literatura; Música; Ópera; Patrimônio; e Teatro. Existe ainda a categoria Artes integradas, que possibilita projetos que promovam o diálogo entre diferentes linguagens.
Confira abaixo o edital de convocação, a Resolução da Comissão Deliberativa Nº 02/2014, o formulário de inscrição e os anexos. 
As inscrições de projetos poderão ser feitas de 19 de fevereiro a 23 de março de 2015. As propostas poderão ser inscritas presencialmente, no horário das 8h às 12h, na sede da Fundarpe, localizada na Rua da Aurora, nº 463/469, Boa Vista, Recife – CEP. 50050-000, ou com envio pelos correios, via SEDEX, desde que postado até o dia 23 de março. 
Podem participar da seleção pública pessoa física ou jurídica, desde que inscrita regularmente no Cadastro de Produtor Cultural (CPC). Cada produtor deve atualizar seu cadastro anualmente para garantir a participação nos editais. Os interessados no edital Funcultura Independente 2014/2015 podem se inscrever ou atualizar o CPC até 11 de fevereiro de 2015, na sede da Fundarpe ou com envio pelos Correios.
O mesmo proponente pode apresentar até quatro projetos no edital. Cada proposta deve ser formatada dentro de uma das linhas de ação determinadas na Resolução da Comissão Deliberativa do Funcultura Nº 02/2014. O edital e a resolução são elaborados pela Comissão, composta democraticamente por 15 assentos, dos quais cinco são indicados pelas instituições culturais, cinco pelas entidades representativas dos artistas e produtores culturais, e cinco pelo governador de Pernambuco.
SERVIÇO:
Edital Funcultura Independente 2014/2015
Atualização de Cadastro de Produtor Cultural: até 11 de fevereiro de 2015
Inscrições de projetos: de 19 de fevereiro a 23 de março de 2015

Atendimento do Funcultura
Atendimento presencial: De segunda a sexta-feira, das 8h às 12h
Endereço: Rua da Aurora 463/469, Boa Vista,
Recife - Pernambuco; CEP: 50.050-000.
Telefones: (81) 3184-3023 / 3184-3026