Vídeos

Loading...

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

EDNILSON BRITO: UM GRANDE MÚSICO NATURAL DE ARCOVERDE COM NOTORIA ATUAÇÃO DO LITORAL AO SERTÃO

 
Ednilson Brito Nogueira (1961), percursionista há quase 40 anos, já trabalhou com diversos artistas da região como Geraldo Maia, Edezel de Arcoverde, participou da gravação dos dois CD’s da Banda Lampiões, “A Talhada” e “Apocalíptica” e nos LPs da Banda D’Gritos, “Barriga de Rei” e “Loucos”, Também dos LPs de Noroba, Rui Grude, Raí D’Serrat, como musico e produzindo os CD’s de Erivan Gomes  e Zé do Brejo (Triunfo), e o Grupo Folclórico de Triunfo Ambrósino Martins, junto com Zé Marques e Camilo Melo, faz parte de dois Projetos Pixinguinha entre os anos de 1986 a 1988.
Trabalhou no PETI Arte durante muitos anos ensinando percussão rítmica, Forró, Baião, Xote, Xaxado, Ciranda e Côco, a muitas crianças que hoje estão participando de bandas marciais e fazendo trabalhos em grupos musicais diversos, ora é Oficineiro de percussão dentro do Projeto de Formação Artística do Movimento Cultura Viva da Secretaria de Cultura e Turismo da Capital do Xaxado, formando novos músicos e despertando talentos na musicalidade serra-talhadense; ensinando os ritmos pernambucanos como, Ciranda, Maracatu, Côco Praieiro, entre outros, partindo do pré-suposto da teoria dos instrumentos e seus sons.
Esse notável musico, compõe, toca diversos instrumentos, e mais, confecciona de maneira artesanal alguns deles com maestria e carinho, é um cara forte, como todo sertanejo, vive adversidades inúmeras e sempre sai ileso e fortalecido, é articulado e conhecido por inúmeros músicos famosos.

No programa do Show de Geraldo Maia, alguém escreveu: “A todo esse céu, esse sol que se canta. Por essa toda (tola?) esperança que nos encanta e essas gargantas forçosamente gastas-bravas; erguendo-se no tempo, a ‘topadas’ (apesar dessa velo-cidade!) Que continuem acesas a gota e a chama... e o tempo solidifique e a luta perpetue em todos nós essa palavra amada-amarga

Nenhum comentário: