Vídeos

Loading...

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

SERRA TALHADA RECEBERÁ INVESTIMENTOS EM AUDIOVISUAL VIA MINC

Os cerca de 85 mil habitantes de Serra Talhada (PE), localizado a 417 km da capital Recife, serão beneficiados com a possibilidade de mais acesso a obras em formato audiovisual. O Ministério da Cultura (MinC) celebrou, com a prefeitura da cidade, convênio que prevê a montagem do núcleo de produção digital local; a criação de uma rede Cine Mais Cultura, com oito cineclubes; e a instalação do Canal da Cidadania. A oficialização do convênio foi divulgada no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira (30).
 
Iniciado no último dia 17, o convênio segue até 17 de novembro de 2018. Ele é resultado do edital Comunica Brasil de Fortalecimento do Sistema Nacional de Cultura, que selecionou 11 projetos em duas modalidades, no valor total de até R$ 3,8 milhões. A realização do edital se deu por meio de parceria entre as secretarias do Audiovisual (SAv) e de Articulação Institucional (SAI) do Ministério da Cultura. Nessa edição do edital, Serra Talhada foi a única contemplada na segunda modalidade, destinada a municípios com população de 50 mil até 200 mil habitantes. O valor do repasse do ministério é de R$ 790 mil, com contrapartida municipal de R$ 197,5 mil.
 
Para a seleção das propostas, foram levados em consideração critérios como relevância, gestão, impacto territorial, alcance, transversalidade, desdobramento e sustentabilidade, ou seja, a capacidade de assegurar a continuidade das ações contempladas no edital. Além disso, é necessário o cumprimento de um dos principais requisitos para a premiação: ter o Sistema Municipal de Cultura instalado.
 
Com o Núcleo de Produção Audiovisual (NPD), os moradores de Serra Talhada terão a infraestrutura técnica para produção audiovisual e para a formação de profissionais, mediante oficinas, cursos de capacitação e aperfeiçoamento técnico.
 
Nos cineclubes, além da instalação da infraestrutura para exibição de filmes com equipamento de projeção digital, também haverá oficinas para formação de público.
 
Já o Canal da Cidadania, depois de implantado, contará com a produção local de programas culturais e jornalísticos que pretendem incluir e valorizar a cultura local em suas diversas formas, destacando a identidade da cidade – como o xaxado, por exemplo. 
 
 
Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura 

Nenhum comentário: