Vídeos

Loading...

sexta-feira, 24 de novembro de 2017

PERNAMBUCO CELEBRA SEU 19º FESTIVAL DE CURTAS, COM FILME DE SERRA TALHADA NA PROGRAMAÇÃO: “LAMPIÃO E O FOGO DA SERRA GRANDE”.

 

O FESTCINE ACONTECE DE 4 A 9 DE DEZEMBRO, NO CINEMA SÃO LUIZ, NO RECIFE.


“LAMPIÃO E O FOGO DA SERRA GRANDE”, (24 minutos, 2017), dir. Anildomá Willans de Souza.

No 19º FESTCINE – FESTIVAL DE CURTAS DE PERNAMBUCO
No dia 07 de dezembro – quinta feira, às 18:30 min.
De 04 a 09 de dezembro
Local: Cinema São Luiz (Rua da Aurora, 175 – Boa Vista, Recife/PE)
ACESSO GRATUITO


LAMPIÃO E O FOGO DA SERRA GRANDE retrata o combate acontecido no dia 26 de novembro de 1926, aonde o Grupo de Lampião impôs uma verdadeira derrota a Policia Militar de Pernambuco, quando mediram forças no confronto sangrento, em plena caatinga. 90 anos após o chamado FOGO DA SERRA GRANDE, ainda ecoa os estampidos das armas na Literatura de Cordel, nos versos dos violeiros e agora em filme produzido pela Fundação Cultural Cabras de Lampião.
O roteiro e a direção são de Anildomá Willans, que é pesquisador do cangaço e Lampião há muitos anos e autor de alguns livros sobre esse tema. O elenco traz atores como Modesto de Barros, Paulo Eduardo, Karl Marx, Luís Carlos Araújo Alves, Gildo Alves e grande elenco no núcleo do Cangaço; Sebastião Costa, Humberto Cellu’s, Feliciano Feliz, Carlos Silva, Ricky Lacerda e numero expressivo de atores compondo o núcleo da Volante; além de Dorotea Nogueira e Zuleide Vieira.
A direção de Fotografia e Câmera ficou por conta de Camilo Melo e Álvaro Severo que têm experiência nesse tipo de produção, o filme ficou com 24 minutos e onde é exibido agrada e desperta a curiosidade dos expectadores.

VENHA SE DIVERTIR COM SUA FAMÍLIA E AS ATRAÇÕES DO CIRCO ALAKAZAM!


Neste dia 29 de novembro – quarta feira – às 9 horas da manhã e às 16 horas, no QUINTAL DO MUSEU DO CANGAÇO, na Estação do Forró.


ENTRADA GRATUITA.

Em Serra Talhada a cultura pulsa em
todo lugar.

Incentivo: Funcultura / Fundarpe / Secretaria de Cultura / Governo de Pernambuco.

Apoio: Fundação Cultural de Serra Talhada/Prefeitura Municipal.

Produção: Fundação Cultural Cabras de Lampião

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

DOROTEIA NOGUEIRA REALIZA 2ª EDIÇÃO DO CHÁ DAS GUERREIRAS E LANÇA CALENDÁRIO 2018 EM PROL DA COMPRA DE UM MAMÓGRAFO

artista e Militante serra-talhadense da Campanha de Prevenção ao Câncer de Mama Doroteia Nogueira, que criou em 2013 a Cangaceira Maria amiga do Peito, realiza neste dia 25 de novembro a partir das 16h no Espaço Dona Aristania, a segunda edição do Chá das Guerreiras com a presença de mulheres que assim como ela, venceram a doença, autoridades e artistas.
Na ocasião será lançada a Edição 2018 do PROJETO GUEREIRAS DO CALENDÁRIO que Idealizado em 2012 e é uma iniciativa que reúne todos os anos mulheres que lutam contra o câncer - a maioria de mama - para posar para um calendário que terá a verba de sua venda revertida para algum bem relacionado aos tratamentos oncológicos. As edições anteriores foram lançadas nos anos de 2014, 2015, 2016 e 2017.

Nesta edição do Calendário a nossa querida Dora estampa o Mês de Julho, coincidência ou não ela nasceu no mesmo dia e mês que o Lendário Virgolino Ferreira da Silva, o Lampião, daí a ideia que criar a cangaceira Maria Amiga do Peito que com seu figurino em Rosa e Branco, sai alertando a todos sobre a prevenção desse mal que ainda mata muitas mulheres no mundo, pelo simples fato da falta de prevenção. 
"A Maria amiga do peito leva com alegria e irreverencia a mensagem de que prevenir ainda é o melhor remédio”. Diz ela e acrescenta: “Tenho atividades o ano inteiro, e principalmente em outubro, onde esse ano estive em São Paulo participando do Giro pela Vida a Convite do Instituto AVON no Parque Ibirapuera; Lançamento do Calendário em Recife no Shopping Plaza; o Evento Recife do Coração no Marco Zero e recebi uma Homenagem da Câmara dos Vereados do Recife ofertada pela Vereadora Aline Mariano; além de Entrevistas para TV Brasil, Giro Pela Vida; Globo com a repórter Neide Duarte e 2 entrevistas para a Globo Nordeste com a Reporte Beatriz Castro.
Participe você também dessa iniciativa e um Viva à Vida!




terça-feira, 21 de novembro de 2017

SERRA TALHADA SEDIA PRÉ-CONFERÊNCIA REGIONAL DE CULTURA DO SERTÃO DO PAJEÚ

Cidade foi escolhida por se destacar no cenário cultural de Pernambuco

Acontece na próxima quinta-feira (23), em Serra Talhada, a Pré-Conferência Regional de Cultura do Sertão do Pajeú. Promovida pela Secretaria de Cultura de Pernambuco e Fundarpe, a plenária regional é preparatória para a IV Conferência Estadual de Cultura de Pernambuco, cuja Plenária Final irá acontecer até de março de 2018, com o tema: “Um Plano Estadual de Cultura para Pernambuco”.
Em Serra Talhada, a Pré-Conferência Regional será das 08h às 17 horas, na Faculdade de Integração do Sertão – FIS. São esperados aproximadamente trezentos artistas de todos os dezessete municípios que compõem o Sertão do Pajeú. Serão abordados diversos eixos, como: Patrimônio Cultural e Memória; Infraestrutura e Participação Social; Desenvolvimento Simbólico da Cultura; Economia da Cultura; Pesquisa e Formação Artístico-Cultural; Cultura e Educação; Cultura e Comunicação; e Territórios, Territorialidades e Políticas Afirmativas.
Anildomá Souza, presidente da Fundação Cultural de Serra Talhada, destaca a escolha da cidade para sediar o evento. “Serra Talhada foi escolhida para sediar essa pré-conferência pela efervescência cultural que a cidade tem representando nos últimos anos e pela participação nas atividades culturais em nível estatual e federal, com um volume de ações e provocações que vem se destacando no cenário da cultura do estado, no sentido da implantação de políticas públicas para a cultura, para o desenvolvimento dos artistas e produtores culturais, formando um somatório de provocações que colocam a cidade num patamar de destaque no país”, afirmou.
E a seguir acrescentou: “Essa CONFERÊNCIA DE CULTURA foi uma CONQUISTA DO MOVIMENTO CULTURAL de Pernambuco, numa jornada de sacrifícios e debates exaustivos. Mas, conseguimos e agora vamos entrar na luta, apresentando PROPOSTAS e IDÉIAS, construindo o PLANO DE CULTURA PRA PERNAMBUCO. Nós, artistas e produtores de cultura, colaboradores e cidadãos, que reclamamos e reivindicamos todos os dias, NÃO podemos ficar de FORA. Todos, todos estão convocados a participar.
A cultura aguardou muito tempo por esse momento. Agora é CONOSCO”. Finalizou.


Serviço
Pré-Conferência Regional de Cultura do Sertão do Pajeú
Data: 23/11/2017
Local: Faculdade de Integração do Sertão – FIS

Horário: 08h às 17h

VIAGEM AO PASSADO: DESFILE E LEMBRANÇAS DO COMÉRCIO DE SERRA TALHADA EM 1970



A foto em destaque é da década de 1970 e registra mais um desfile do 07 de Setembro em Serra Talhada. Na imagem é possível ver as normalista do então Ginásio Normal da Imaculada da Conceição (GENIC).

As jovens desfilam com suas bicicletas, sendo seguidas pela banda marcial do colégio.

A fotografia também destaca as lojas do senhor João do Bode e papelaria de Domício Ferraz, ambas localizada, na então rua 15 de Novembro, atual Enock Inácio de Oliveira.


Por Paulo César Gomes

O 1º EDITAL FUNCULTURA DA MUSICA APROVA 58 PROJETOS ENTRE ELES UM PROJETO DE SERRA TALHADA

O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundarpe, tornou público nesta segunda-feira (20/11), a lista dos projetos aprovados no 1º Edital do Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura – Funcultura da Música 2016/2017. No 1º Edital Funcultura da Música, foram inscritos 464 projetos. Destes, 381 projetos culturais da música foram habilitados para julgamento do mérito cultural. Foram aprovados, ao final do processo, 58 projetos, distribuídos em três áreas culturais: 48 em fruição (desenvolvimento); 2 em pesquisa; e 8 em formação e capacitação.
O julgamento, realizado por meio da Comissão Deliberativa, contou com dezessete pareceristas especialistas contratados através de chamada pública nacional e constituíram o suporte técnico às Comissões de Análise Técnica e Temática. O julgamento avaliou critérios como a qualidade técnica do projeto; valor cultural; qualificação do produtor e da equipe; aspectos sociais da proposta; e regionalização.
De Serra Talhada a Produtora Cultural Dany Feitosa aprovou o Projeto CANTANDO COM O ANITA VILARIM que tem como objetivo a gravação de um CD desse Coral que é resultado da Oficina de Formação em Canto/Coral da Fundação Cultural de Serra Talhada, numa parceria com o Centro Dramático Pajeú. O projeto foi elaborado por Modesto de Barros e vem somar para o desenvolvimento da cultura em nosso município. 
O ganho qualitativo no 1º Edital Funcultura da Música não ficou só no aporte de recursos. Dos 58 projetos aprovados, 29%, ou seja, 17 projetos foram de proponentes localizados nas macrorregiões da Mata, Agreste e Sertão. O feito indica os resultados positivos do processo de regionalização e atendimento do Funcultura no interior do Estado.
Outro ganho expressivo também pode ser observado nas indicações de ações de acessibilidade nos projetos aprovados. Dos 58 projetos aprovados, 82% apresentaram ações de acessibilidade em libras, braile, áudio descrição legendas (LSE), adequação de espaço, entre outras proposições.
Acesse aqui o resultado, o modelo do recurso aqui e aqui todos os outros documentos relativos ao Edital.
“Estamos, em primeiro lugar, felizes pela conquista que é ter um edital específico da música, demanda antiga da sociedade civil, sendo finalmente atendida, praticamente dobrando o valor dos recursos no segmento da música, um setor que sempre foi destaque na produção artística e cultural de Pernambuco. Um resultado que nos deixa ainda mais satisfeitos, porque reflete o esforço da gestão em fazer com que a produção cultural de todo estado seja incentivada através desta ferramenta que é hoje o principal mecanismo de promoção da cultura no Estado”, diz a presidente da Fundarpe, Márcia Souto.
O secretário de Cultura Marcelino Granja diz que o novo Funcultura da Música vem para atender aos anseios do próprio setor, cuja produção é destaque nacionalmente. “O Governo reconhece que a grande maioria dos projetos culturais que circula hoje no estado é proveniente deste incentivo do Funcultura. Tanto sabemos que aprovamos, este ano, a nova Lei do Sistema de Incentivo à Cultura (SIC) que, além de ter fortalecido o Funcultura e seus editais (Geral, Audiovisual e da Música), também criou a Lei do Mecenato, entre outros mecanismos de incentivo à Cultura. Estamos sempre aprimorando e ampliando os recursos, garantindo uma produção cultural diversificada, regionalizada e cada vez mais forte”, avalia Marcelino.
Segundo o superintendente do Funcultura, “o 1º Edital Funcultura da Música representa o atendimento de um compromisso com o setor, além de um esforço técnico que possibilitou ganhos expressivos na regionalização e interiorização da atuação do Funcultura”.
PROCEDIMENTOS - Os proponentes de projetos aprovados devem aguardar o contato da Secretaria Executiva do Funcultura para entrega de documentos, cujos desembolsos deverão ocorrer ainda em dezembro de 2017.
Com o intuito de aumentar a transparência e ter caráter didático, a Superintendência de Gestão do Funcultura irá comunicar individualmente a todos os proponentes de projetos não aprovados as respectivas notas em cada critério de avaliação. A comunicação será feita até 24 de novembro para o endereço de e-mail do proponente. Aqueles que porventura não receberem o comunicado até 24 de novembro deverão entrar em contato pelo e-mail: funculturaeditais@fundarpe.pe.gov.br.

terça-feira, 7 de novembro de 2017

PASSEANDO PELA HISTÓRIA – MUSEU DO CANGAÇO É FINALIZADO NESSE MÊS


"PASSEANDO PELA HISTÓRIA – MUSEU DO CANGAÇO” recebe agora a cidade de TRIUNFO. Nesta quarta feira, dia 08 de novembro,  cem alunos e professores da Oásis do Sertão desembarcam no município de Serra Talhada,  Capital do Xaxado para reviver as histórias do Cangaço e descobrir curiosidades  acerca da terra natal do cangaceiro Lampião, por meio deste projeto que teve início em abril com o compromisso de trabalhar com os 17 municípios do Sertão do Pajeú. O projeto que tem Patrocínio da Caixa Cultural é direcionado aos professores e estudantes das escolas públicas do Sertão do Pajeú, que além de conhecer a história do seu povo, vão vivenciar lugares que foram palcos de acontecimentos históricos entre Virgolino Ferreira e seus inimigos.
Nas primeiras horas da manhã os alunos são recebidos no MUSEU DO CANGAÇO, em seguida seguem o roteiro:
Pedras da Emboscada, onde aconteceu o primeiro confronto armado entre a família os Ferreira e Zé de Saturnino (seu primeiro inimigo).
Casa Grande da Fazenda Pedreira (palco de memoráveis confrontos com cangaceiros) e desemboca na Casa de dona Jacosa, avó materna de Lampião, ali, ele nasceu e viveu até sua maioridade. 
Praça Agamenon Magalhães, que originou o município (marco zero) e mantém os casarios construídos nos séculos XVIII e XIX. Igreja do Rosário.
Matriz da Penha, com seu estilo neoclássico com ares de modernidade.
Casa da Cultura – Museu da Cidade, que conta com muitas histórias e lendas que permeiam o imaginário popular e onde os jovens terão contato com o acervo cultural da cidade.
Museu do Cangaço, o maior do gênero no Brasil, que funciona na antiga estação ferroviária (prédio de 1957) e que têm fotos e objetos, como utensílios domésticos, armas, livros, filmes e documentários sobre os cangaceiros, as volantes e outros personagens que foram parte forte da história do cangaço e do nordeste brasileiro.
Os visitantes são recebidos por monitores que narram alguns fatos nesse passeio pela história. Alunos e visitantes participam de uma palestra com o pesquisador e escritor do cangaço, Anildomá Willans de Souza, que têm quatro livros publicados sobre o tema.
É servido um almoço com a culinária típica sertaneja e a passeio é finalizada com uma apresentação do Grupo de Xaxado Cabras de Lampião, dança criada pelos cangaceiros.
O Projeto PASSEANDO PELA HISTÓRIA - MUSEU DO CANGAÇO tem o patrocínio da CAIXA CULTURAL, da Caixa Econômica Federal / Governo Federal.


por Assesseria
Fotos: Sebastião Costa




segunda-feira, 30 de outubro de 2017

O BRASIL CELEBRA SUA CULTURA NO 13º ENCONTRO NORDESTINO DE XAXADO

Encontro em Serra Talhada reunirá grupos de xaxado de todo nordeste e convidados do sul e norte.

A Fundação Cultural Cabras de Lampião (Ponto de Cultura) anuncia as novidades e a programação completa do 13º Encontro Nordestino de Xaxado, que acontecerá nos dias 01, 02, 03, 04 e 05 de novembro, na Estação do Forró, com polos no CEU DAS ARTES, na Feira Livre e em Escolas públicas, em Serra Talhada ? Sertão do Pajeú, com incentivo do FUNCULTURA / FUNDARPE / SECRETARIA DE CULTURA / GOVERNO DE PERNAMBUCO.
O evento, realizado desde 2002, é um dos mais importantes do interior do estado e reúne grupos para apresentações, além de Oficinas de danças, palestra sobre Patrimônio, feira de artesanatos da região, mostra de comedoria sertaneja, apresentações musicais, passeio turístico ecológico ao Sítio Passagem das Pedras (onde nasceu Lampião) e a Fazenda Pedreira (do primeiro inimigo de Lampião, Zé Saturnino) e o Baile Perfumado, no Clube da Fazenda São Miguel, com Assisão.
Cleonice Maria, presidente da Fundação Cabras de Lampião, revela que houve um cuidado especial em cada detalhe da programação deste ano. Desde os locais que receberão as apresentações, até os Grupos e Cias convidados para participarem da festa.
?Esse ano o Encontro Nordestino de Xaxado, o bicentenário da Revolução Pernambucana e 120 anos de nascimento de Lampião, tudo foi pensado nesse contexto. Os locais onde acontecerão os espetáculos são espaços emblemáticos na batalha cultural de Serra Talhada: A Estação do Forró, principal polo de apresentações, está instalado o Museu do Cangaço, o Parquer de Esculturas Ronaldo Aureliano e a Academia Serra-talhadense de Letras. O Pátio da Feira Livre   tem uma relação íntima com a história do grupo, foi onde tudo começou, onde os Cabras de Lampião fizeram sua primeira apresentação. Nas escolas,  são lugares que sempre abriram as portas para que pudéssemos ensaiar, nos reunir e construir essa história. O Ceu das Artes, expressão de conquista por espaço de qualidade para fruição de produção artística. Os grupos que foram selecionados e convidados esse ano são grupos que têm trajetória de luta e resistência em suas cidades e região, que conhecemos nas estradas da cultura, nos festivais e que sempre contribuíram bastante com nossa caminhada? 

PROGRAMAÇÃO

Dias 01, 02, 03, 04 e 05 de novembro de 2017  - Serra Talhada – Pernambuco - Brasil
ESTAÇÃO DO FORRÓ

Dia 01.11 – Quarta feira
18 h: Feira de Artesanatos e Livros do Cangaço.
19h30min –
1.    GRUPO DE XAXADO GILVAN SANTOS,  (Serra Talhada/PE).
2.    CIA DE DANÇA RAÍZES DA PAZ, (Ivoti/RS).
3.    GRUPO DE XAXADO ESTRELAS DO SERTÃO, (Piranhas - AL).
4.    GRUPO TRAMELA CULTURAL, com o espetáculo DIÁRIO DE UM PASSISTA e o SERTÃO FREVO,  (Serra Talhada/PE).
5.    GRUPO PARAFOLCLÓRICO FRUTOS DO PARÁ, (Belém/PA).
6.    Apresentação Musical com Os Pernambuquês.

Dia 02.11 – Quinta feira
18 h: Feira de Artesanatos e Livros do Cangaço.
19h30min:
1.    GRUPO DE XAXADO ZABELÊ, (Serra Talhada/PE).
2.    GRUPO MISTURA PERNAMBUCANA, (Serra Talhada/PE).
3.    TROPA DE DANÇAS REGIONAIS, (Joca Claudino/PB).
4.    GRUPO DE TRADIÇÕES FOLCLÓRICAS MOENDA,  (Areia/PB).
5.    GRUPO DE DANÇA XAXADO, (Parnamirim/RN).
6.    Apresentação Musical com Forró 1000.

Dia 03.11 – Sexta feira
18 h: Feira de Artesanatos e Livros do Cangaço.
19h30min:
1.    GRUPO DE DANÇAS AS BELAS DA VILA, (Serra Talhada/PE).
2.    TROPEIROS CIA DE DANÇA COM BAIXINHOS DOS OITO BAIXOS E MESTRA CRISTIANE MOTA, (Vicência/PE).
3.    GRUPO DE XAXADO CANGACEIROS DE VILA BELA, (Serra Talhada/PE).
4.    CIA DE DANÇA RAÍZES DA PAZ, (Ivoti/RS).
5.    GRUPO PARAFOLCLÓRICO FRUTOS DO PARÁ, (Belém/PA).
6.    ASSOCIAÇÃO TXAI CULTURA E ARTE, (Fortaleza/CE).
7.    Apresentação Musical com Assisão.

Dia 04.11 – Sábado
18 h: Feira de Artesanatos e Livros do Cangaço.
19:30min:
1.    GRUPO DINÂMICO CULTURAL, (João Pessoa/PB).
2.    CIA DE DANÇAS RAÍZES DA PAZ, (Ivoti/RS).
3.    GRUPO DE TEATRO E XAXADO NA PISADA DE LAMPIÃO,  (Poço Redondo/SE).
4.    GRUPO DE XAXADO CABRAS DE LAMPIÃO (Serra Talhada/PE).
5.    ASSOCIAÇÃO TXAI  CULTURA E ARTE,  (Fortaleza/CE).
6.    GRUPO DE TRADICÕES FOLCLÓRICAS RAÍZES NORDESTINAS,  (Fortaleza/CE).
7.    GRUPO DE CULTURA NATIVA TROPEIROS DO BORBOREMA, (Campina Grande/PB).
8.    GRUPO PARAFOLCLÓRICO FRUTOS DO PARÁ, (Belém/PA).
9.    Apresentação Musical com As Severinas.

ÁREA DE ALIMENTAÇÃO DA FEIRA LIVRE

Dia 01.11 – Quarta feira:
10 h
·         FUNDAÇÃO CULTURAL AFRO BRASILEIRA NEGO CAPOEIRA, (Serra Talhada /PE).
·         GRUPO DE XAXADO ZABELÊ,  (Serra Talhada/PE).
·         GRUPO PARAFOLCLÓRICO FRUTOS DO PARÁ, (Belém/PA).

Dia 02.11 – Quinta feira
10 h
·         GRUPO DE TRADIÇÕES FOLCLÓRICAS MOENDA,  (Areia/PB).
·         GRUPO DE DANÇAS XAXADO, (Parnamirim/RN).
·         GRUPO DE XAXADO ESTRELAS DO SERTÃO, (Piranhas - AL). 
·         TROPA DE DANÇAS REGIONAIS, (Joca Claudino/PB).

Dia 03.11 – Sexta Feira
10 h
·         CIA DE DANÇAS RAÍZES DA PAZ,  (Ivoti/RS).
·         GRUPO DE  DANÇAS PARAFOLCLÓICOS FRUTOS DO PARÁ,  (Belém/PA).

Dia 04.11 – Sábado
10 h
·         TXAI CIA DE DANÇAS POPULARES, (Fortaleza/CE)
·         CIA DE DANÇAS TROPEIROS, (Vicência/PE)
·         GRUPO DINÂMICO CULTURAL – (JOÃO PESSOA/PB).
·         GRUPO DE TRADIÇÕES FOLCLÓRICAS RAIZES NORDESTINAS, (Fortaleza/CE).

POLO COLÉGIO IRMÃ ELIZABETE

Dia 01.11 – Quarta feira:
09 h
·         GRUPO DE DANÇAS AS BELAS DA VILA,  (Serra Talhada/PE).
·         CIA DE DANÇAS RAÍZES DA PAZ,  (Ivoti/RS).

POLO DO CEU DAS ARTES

Dia 01.11 – Quarta feira:
·         GRUPO DE TRADIÇÕES FOLCLÓRICAS MOENDA, (Areia/PB).
·         TROPA DE DANÇAS REGIONAIS, (Joca Claudino/PB).
·         GRUPO DE DANÇAS XAXADO, (Parnamirim/RN)


·         Dia 02.11 – Quinta feira
FUNDAÇÃO CULTURAL AFRO BRASILEIRA NEGO CAPOEIRA, (Serra Talhada /PE).
·         CIA DE DANÇAS RAÍZES DA PAZ, (Ivoti/RS).
·         GRUPO PARAFOLCLÓRICO FRUTOS DO PARÁ, (Belém/PA).

·         Dia 03.11 – Sexta Feira
GRUPO DINÂMICO CULTURAL, (João Pessoa/PE).
·         GRUPO TRAMELA CULTURAL, com o espetáculo SERRA FREVO, (Serra Talhada/PE).
·         GRUPO DE TRADIÇÕES FOLCLÓRICAS RAIZES NORDESTINAS, (Fortaleza/CE).


MUSEU DO CANGAÇO
Dias 01, 02 e 03, das 14 às 16 horas: Oficina de Xaxado.
Facilitadora: Simone Alves


MUSEU DO CANGAÇO
Dia 01, das 8:30 min. às 12 horas: SEMINÁRIO  PATRIMÔNIO EM CURSO.
Facilitadora: Joana D’arc Ribeiro e Uenes Gomes Pereira.


CEU DAS ARTES – CAXIXOLA
Dias 02, 03 e 04 das 14 às 16 horas: Oficina de Frevo.
Facilitador: Gil Silva

SÍTIO PASSAGENS DAS PEDRAS

Dia 05.11 – Domingo
08 h – Passeio Turístico NAS PEGADAS DE LAMPIÃO:
·         Nas Pedras onde aconteceu o primeiro combate entre a família Ferreira e Zé Saturnino.
·         Nas ruínas da antiga Casa Grande da Fazenda Pedreira.
·         Sítio Passagem das Pedras – Onde nasceu Lampião.
Roda de Xaxado.

10 h – Clube da Fazenda São Miguel:
·         Baile do Xaxado: Cabras e Caboclos. Projeto de Intercâmbio entre o Maracatu Estrela de Ouro e os Cabras de ampião.
·         Forró e Xaxado, com Assisão.


FUNDAÇÃO CULTURAL CABRAS DE LAMPIÃO
Estação do Forró – Vila Ferroviária
Serra Talhada – Pernambuco – Brasil
Telefones: (87) 3831 3860 e 99938 6035
Site: www.cabrasdelampiao.com.br